sábado, 21 de maio de 2011

Em defesa da Marcha da Maconha



Adiei a postagem que havia publicado ao deparar com a infame proibição da Marcha da Maconha, agendada para esta tarde, na avenida Paulista, em São Paulo. O ato deve acontecer em nome das liberdades de expressão e reunião, flagrantemente violadas pelo Judiciário.

Voltarei ao tema durante a semana.

2 comentários:

Paulo Alvarenga Poetano disse...

que vergonha, essa materia!

Retalhos & Devaneios disse...

Teremos que voltar a lutar pelo "PROIBIDO PROIBIR", ridículo proibir a discussão, o protesto, o refletir, o não aceitar sem a informação real. Passam-se informações de geração em geração e poucos são aqueles qe pensam sobre sua relevância ou não. Proibir a marcha??? Que absurdo!!!! Deveria incentivar as discussões, as reflexões. Proibir? Por que? Ainda é ilegal? Ah tantas outras coisas são ilegais não é mesmo????? E são aceitas e merecem discussões.Mas fácil tratar temas com moralismo e hipocrasia do que pensar sobre o assunto.