domingo, 17 de fevereiro de 2008

Finesse

Pesquisas futuras elucidarão que fenômenos bioquímicos levaram Clóvis Rossi a se transmutar nesse príncipe de simpatia, respeito e espírito democrático, que surgiu no governo Lula. Sua última pérola de primor jornalístico saiu ontem na Folha de São Paulo. Referindo-se aos “lulopetistas”, apontou-lhes “a cara-de-pau e má-fé da ‘quadrilha’ e de sua matilha de hidrófobos-debilóides”. Delicado, não?

2 comentários:

André Lux disse...

Amigo, confira no site da Fórum seu texto em destaque na coluna "Blogues Independentes". Ajude a divulgar também o trabalho que estou realizando lá!

http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/default.asp

Abraços!

Ivan Moraes disse...

Sera que Rossi vai entao expor no seu jornal a ultima briga entre "lulopetistas" e "tucanos-maravilha", aquela que causou 5 processos da Veja contra Nassif?!?!?!

(Guilherme, eh praticamente impossivel ler essas letras abaixo pra entrar qualquer comentario!!!)