sexta-feira, 6 de março de 2009

Ato público “Abaixo a ‘Ditabranda’”

Será às dez horas deste sábado, 07 de março, em frente ao prédio da Folha de São Paulo (Alameda Barão de Limeira, 425, região central).

Como apologista antigo e insistente do julgamento dos crimes da ditadura, defendo que o evento ganhe escopo mais abrangente, visando preparar ou incentivar um grande Ato contra a tortura que pressione o Judiciário a rever os efeitos da Lei de Anistia.
Parte da imprensa lançou-se numa campanha de relativização dos danos causados pelo regime militar, chegando quase a elogiá-lo. O tom geral é de provocação e acinte, rebaixando-se a um cinismo que torna a manifestação de amanhã ainda mais importante.
Há motivos para, na medida do possível, “despersonalizar” o protesto. Tanto a Folha quanto seus concorrentes colherão dividendos com a invenção de rixas localizadas, que poderão ser tratadas como subprodutos ideológicos, partidários, eleitorais, corporativos.
A simplificação do manifesto (limitando-se ao editorial, à “mídia burguesa”, a José Serra, etc) desviaria o foco de plataformas realmente transformadoras.

Um comentário:

IAMoraes disse...

Que decepcao! Ninguem apareceu com um cartaz dizendo "CALA A BOCA, CASCAVÉIA MAQUIAVELHA!"!!!!! Estou decepcionadissimo!