terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

“Meu pé de laranja Serra”


Coluna de Nataniel Jebão, personagem de Fausto Wolff na revista Bundas (número 39, março de 2000)

“Se a monarquia for restaurada, como é meu desejo, o cetro passará diretamente de VMRIFH do seu C para seu filho VMRIPH do seu C. Se, porém, insistirem nessa ustulável democracia, meus votos já estão prometidos (pela ordem) para ACM, o grande morubixaba e pai dos pobres; para Roseana Evita Sarney, grande nobreza e musa dos pobres; para FC de M, príncipe valente dos pobres e cocainista anal. Não fora isso, votaria no valete de chambre José Serra. Graças à sua atuação na pasta da Saúde, grassa a meningite no Piauí, a febre amarela em Goiás, o cólera em Alagoas, a malária no Amazonas, a loucura no Rio e o bicho-de-pé em São Paulo. Graças a isso, também, milhares de laboratórios farmacêuticos americanos investirão no Brasil, dando emprego à população sadia, cristã e levemente otária.”

3 comentários:

Anônimo disse...

Uma população levemente otária não votaria no Serra para Presidente , então podemos ficar mais tranquilos.
As pilulas do frei Galvão foram cogitadas de alguma forma na época?

Angela disse...

O fhc está mais para príncipe encantado. Patético.Abr.Roberto.

Anônimo disse...

"Levemente otária"

HAHAHA!

Seriam os paulistas?

Eita nós (nós paulistas)!

Quem mostra a bunda em Caras jamais vai mostrar a cara em Bundas!

Davi