quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

O desserviço continua

O governo preparou uma Estratégia Nacional de Defesa, que recebeu outras alcunhas na imprensa. À parte conceder certa utilidade ao ministro Mangabeira Unger, o plano acena com uma arrojada revitalização das Forças Armadas, que andam obsoletas e desmoralizadas como jamais estiveram.
A verborragia marcial domina o documento. Julgá-lo apressadamente, porém, facilitaria as coisas para aqueles que preferem militares conspirando em alcovas sombrias. Uma reestruturação do papel das Armas na manutenção do Estado de Direito (acompanhada pela exumação dos crimes praticados na ditadura) é a mais árdua tarefa da redemocratização, que ainda não foi devidamente empreendida.
Só não há espaço para a radicalização do serviço militar obrigatório, proposta pelo novo plano. Essa excrescência autoritária, inútil e injusta, deveria ter sido extinta há muito tempo. Governo algum tem o direito de obrigar jovens a interromper estudos e adiar definições pessoais para sofrer os desmandos pseudo-másculos de um punhado de capatazes fardados.
Num futuro menos tortuoso, o Judiciário porá fim a esse absurdo. Até lá, o cidadão será condenado à privação da liberdade pelo simples fato de completar dezoito anos.

4 comentários:

Francis disse...

Lamentável. A CF 88 perdeu uma ótima oportunidade de acabar de vez com essa velharia absurda. Lamentável também é que parece que nem os próprios adolescentes (que seriam os próprios interessados) estão preocupados em discutir esta questão. E ainda tem muito pai retrógrado que acha bom mandar o filho pro exército para darem jeito nele...

IAMoraes disse...

Se fosse nos EUA o tal Mangabeira teria coragem de inventar um "papel" mantedor do "estado de direito" PARA OS MILITARES? Perdoe me por duvidar. Perdoe me por achar que Mangabeira esta falando pela flor que nao se cheira a respeito de um pais que considera inferior exatamente pra manter lo tao inferior como o considera.

Anônimo disse...

REFERENTE SEU COMENTÁRIO QUE AO COMPLETAR 18 ANOS INTERROMPE-SE A VIDA.É puro exagero e a Pátria está enormemente acima de sonhos e desejos pessoais que em grande maioria não fazem/trazem bem coletivo algum.

IAMoraes disse...

VAI EMBORA, MANGABEIRA! VAI EMBORA, DESGRACADO! NINGUEM VAI SENTIR FALTA SUA.

NEM POR UMA UNICA FRACAO DE SEGUNDO!