quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Mui amigo



Gilberto Kassab prepara sua transferência para o PMDB há meses. Ao contrário do PSDB, o partido da vice Alda Marco Antônio sempre evitou puxar o tapete do prefeito durante as muitas dificuldades. A aliança com certo malufismo quercista, ou quercismo malufista, resultou de uma tratoragem típica de José Serra e colocou interesses muito díspares para repartir as fotos sorridentes.

Acontece que a peemedebização do hoje demo Kassab, especialmente depois da morte de Orestes Quércia, facilita sua proximidade com o governo federal. Não por coincidência, PDT, PC do B, PR, PV e PSB foram convidados a fazer parte do governo municipal. Receberam saborosas ofertas de cargos e tendem a aceitar.

A quem interessa que parte da base de apoio a Dilma Rousseff seja dragada para essa armadilha política? Aqueles partidos precisam de fato imiscuir-se no loteamento da impopular administração Kassab?

Seria prudente que a militância dessas agremiações (algumas com longa tradição de luta na esquerda nacional) começasse a debater o caso antes que se chegue à etapa dos fatos consumados.

Um comentário:

Luciano Mano Negra disse...

Você já conhece a nova publicidade golpista da Globo News? Confira meu post no blog http://asarvoressaofaceisdeachar.blogspot.com/2011/01/nao-pense-na-cbn-muito-menos-na-globo.html