sábado, 13 de agosto de 2011

“Muito Além do Cidadão Kane” – 1ª parte



Realizado por Simon Hartog (1942-92) e exibido pelo Channel 4, emissora pública do Reino Unido, no ano seguinte à sua morte. As Organizações Globo, agora cheias de princípios e posturas democráticas, bloquearam judicialmente a obra durante quase duas décadas. Tudo nela continua tristemente atual.

Um documentário dessa importância precisou ser realizado por uma equipe estrangeira. É um constrangimento que revela muito sobre os limites da liberdade de expressão no país e sobre a verdadeira índole contestadora do nosso jornalismo. Sintomaticamente, embora a Record tenha comprado seus direitos, o filme continua engavetado.

Existe uma versão integral no Google Vídeos, mas preferi as quatro partes do Youtube, em postagens semanais. A qualidade das imagens é desigual, às vezes sofrível, certamente porque foram originadas naquelas cópias piratas que circularam em escolas, universidades e sindicatos durante os anos 90.

2 comentários:

Camilo Irineu Quartarollo disse...

Mesmo que necessário, ver e falar sobre si mesmo é difícil. Esse programa daria ibope?

Guilherme Scalzilli disse...

Camilo, se os exibidores (e a sociedade) soubessem divulgá-lo, seria um marco na história do jornalismo brasileiro. E é por isso que não acontecerá.
Abraços do
Guilherme