sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Orlando cai?



Certos analistas vêm apresentando um comportamento estranho diante da fritura explícita do ministro Orlando Silva. Todos concordam que a Veja utiliza fonte inconfiável, que há falhas na denúncia, que parece orquestração da Fifa e da CBF, que é subterfúgio para desviar o foco do “mensalão da Alesp” e do eventual sucesso brasileiro nos Jogos Pan-Americanos, e por aí vai. Mas, sacumé, defendem que ele peça demissão até provar sua inocência. Ora, se essas objeções não bastam para alguém repudiar os ataques, o que seria necessário?

Pela enésima vez, parte da blogosfera cai na pauta mequetrefe da pior mídia corporativa, reproduzindo seu conteúdo em vez de checá-lo dignamente. Com a ajuda da blogosfera, o golpe baixo na reputação alheia vira um crime perfeito. O farisaísmo ético da oposição ganha ares republicanos e o jornalismo investigativo se rebaixa a publicar delações premiadas de bandidos notórios (algo que jamais serviria para envolver José Serra). Mesmo que processe os malditos, a vítima passará uma eternidade lutando contra o véu de suspeita, que a acompanhará onde estiver.

A Folha de São Paulo acaba de publicar uma retratação determinada pela Justiça para limpar uma ínfima parte do prejuízo causado a um cidadão. Foram treze anos desde a publicação do material difamatório. Há quase sete anos esperamos uma conclusão definitiva sobre o chamado “mensalão do PT” (sim, há outros), que serviu para expor dezenas de pessoas na imprensa diária.

Não sei se Orlando Silva e o PC do B são inocentes. Mas acho que deveríamos acompanhar o episódio lembrando que vai demorar um bocado para termos qualquer certeza a esse respeito. A Copa e as Olimpíadas terminarão bem antes.

3 comentários:

Anônimo disse...

Não sei se Orlando Silva e o PC do B são inocentes.

Imagina só um ministro de Estado receber propina no interior de uma garagem com testemunha e tudo mais. Ponho a mão no fogo e acredito na inocência de Orlando. Claro que essa coisa de desvio por parte de Ong é uma prática bem antiga, e isso não implica o Ministro, a PF já toma de conta disso, em 2010 Orlando mandou a PF apurar o caso.

A Copa e as Olimpíadas terminarão bem antes.

Eu diria que as eleições terminam bem antes. Isso é jogo eleitoral da direita. Essa cantilena vai se arrastar até 2012, 2014. Mas Dilma pode se sair bem, pois o povo perceberá que a imprensa tupiniquim faz oposição, não sendo por isso confiável.

Paulão

Maria disse...

A gente nem pode dizer que já está cansada desse joguinho da mídia contra o governo da Dilma porque pode ser confundida com a turma do cansei (longe de mim!). Mas que já passou da hora da presidenta bater na mesa contra esses ataques, ah, ah, já passou.Está faltando gente no palácio para rebater com carga pesada (e inteligente) à banda podre do jornalismo brasileiro.Eles não vão parar por aí, já sabemos.Então, vamos ficar mais atentos e afiados nesse jogo. Pt, saudações.
Maria

Webston Moura - contatowebston@gmail.com disse...

Caro Scalzilli,

Esse ministro já caiu! Agora, resta-nos saber se a presidenta Dilma escolherá bem o próximo nome para a ocupar a pasta. Será alguém forte diante de Ricardo Teixeira?