quarta-feira, 1 de junho de 2011

Mudanças na Telebrás



A demissão de Rogério Santanna da presidência da Telebrás inspira apreensão. Santanna defendia o fortalecimento da estatal nas negociações do Plano Nacional de Banda Larga. Segundo consta, a facção que prevaleceu é partidária de uma saída negociada que envolva as concessionárias no projeto.

Há quem veja nesta alternativa a única possibilidade num ambiente de poucos recursos e investimentos gigantescos. Talvez seja verdade. Mas parece estranho ver a combativa militância virtual de repente adotar soluções conciliadoras que interessam aos cartéis da privataria demotucana. Como prevíamos, o “modelo Anatel” de gestão ameaça transformar o PNBL numa quimera natimorta.

Um comentário:

Marly disse...

ouvi esta notícia no rádio ontem pela manhã da demissão.
passei três dias no I Encontro de Blogueir@s e Tuiteir@s em Porto Alegre. As coisas demoram a ir se encaixando neste emaranhado da nossa política infelizmente!